Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Atlético: efeito colateral de elencos recheados, data Fifa pode desfalcar time por um turno inteiro - Portal FM 100,5 - Corinto/MG

Atlético: efeito colateral de elencos recheados, data Fifa pode desfalcar time por um turno inteiro

Competições brasileiras não param enquanto seleções sul-americanas estão em campo

 

No Brasil, em que o calendário de clubes não acompanha o de seleções, equipes que contam com jogadores selecionáveis têm o ônus de perder algumas de suas principais peças nas chamadas data Fifa. É o caso do Atlético nesta temporada, em que o time pode ser desfalcado por até 19 rodadas do Campeonato Brasileiro (um turno inteiro) devido à Copa América e às Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

O primeiro torneio tem jogos agendados entre 13 de junho e 10 de julho. No segundo, há partidas marcadas para os períodos entre 3 e 6 de junho, 2 e 9 de setembro, 7 e 12 de outubro e 11 e 18 de novembro. Além das duas rodadas das Eliminatórias que foram suspensas em março, devido à pandemia de covid-19, mas ainda não têm data definida.

Enquanto as seleções sul-americanas estiverem em campo, as competições brasileiras permanecem com a bola rolando; apenas a Copa Liberadores é paralisada. Se um atleticano for convocado para todos esses duelos entre países e chegar à final da Copa América, perderia 19 confrontos do Brasileirão e ficaria fora de alguns compromissos da Copa do Brasil (caso o time avance): os dois embates da terceira fase, o jogo de volta das quartas de final e o de ida da semifinal.

Selecionáveis

Entre os jogadores do Galo que costumam ser chamados por suas seleções estão o zagueiro Junior Alonso (titular do Paraguai), o meia Alan Franco (Equador) e o atacante Savarino (Venezuela). Além deles, o lateral-esquerdo Guilherme Arana ganhou oportunidade recentemente na Seleção Brasileira e o meia Nacho Fernández é considerado opção na Argentina.

Em relação a Arana, também há a possibilidade de o jogador disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio, programados para serem realizados entre o fim de julho e o início de agosto.

O diretor de futebol do clube, Rodrigo Caetano, ressaltou nessa terça-feira (25) a necessidade de se ter um elenco equilibrado para encarar esse tipo de situação. “Esse é um cenário de um clube com uma projeção, com um projeto, com os desejos que o Galo têm hoje. Num primeiro momento, 35 jogadores no elenco pode parecer muito, mas, ali na frente, nem tanto assim. Vamos trabalhar para que esse número de atletas esteja equilibrado o suficiente para quando sair uma peça ter um suplente minimamente à altura”, afirmou em entrevista ao canal Galotube, no Youtube.

Deixe seu comentário:

© Direitos reservados - Central de telecomunicação LTD - Portal Fm - 100,5 - Corinto/MG Web Rádio administrável